as virgens suicidas

As virgens suicidas – Literatura

Talvez você já tenha ouvido falar sobre As virgens suicidas. Mas acho que o filme fez mais sucesso do que o livro. Hoje nós vamos falar sobre a versão literária da obra.

Alerta de gatilho: esse livro não é o ideal se você está com depressão.

Sophia Copolla lançou sua versão de As virgens suicidas em 1999. Além disso, o filme Cinco Graças foi um sucesso turco de 2015. Os dois tem como base o livro de Jeffrey Eugenides.

Há 5 irmãs na obra: Cecilia, Lux, Bonnie, Mary e Therese. Elas têm entre 13 e 17 anos e são um mistério no bairro. As garotas são filhas do professor de matemática. Mas não se misturam tanto com as outras crianças.

Além disso, chamam a atenção dos meninos, pois são lindas. Entretanto, eles nunca souberam como era a convivência na casa. Afinal, ninguém nunca entrou na casa. Não houve convite!

Enredo

Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível.

A tragédia, ocorrida no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas.

A obra é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida.

Por isso, a obra é de beleza estranha e arrebatadora. Ela foi definida pela crítica Michiko Kakutani como “pequena e poderosa ópera no formato inesperado de romance”.

*enredo tirado do site da Editora Companhia das Letras

As virgens suicidas

Eu li As virgens suicidas pela primeira vez há muito tempo. Na minha primeira leitura eu demorei para perceber que a virgindade do título não se refere especificamente à questão sexual.

As irmãs são virgens de muitas coisas. Inclusive dos prazeres mais simples da vida. Como eu disse, elas são um mistério no bairro, pois não se envolvem com as outras pessoas.

Além disso, a obra se passa em um momento no qual o mundo está mudando. Mas elas não recebem a autorização para mudar. Ou seja, elas estão presas em uma casa na qual o mundo não mudou.

Quantas meninas não passam por isso atualmente?

As virgens suicidas é uma história sobre meninas que são levadas ao extremo por uma família tradicional e conservadora.

Se interessou?

Estante Virtual

Amazon

Submarino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *