a convenção das aves

A convenção das aves – Crianças Peculiares – Literatura

A convenção das aves é o quinto livro da série das Crianças Peculiares. Se você se baseia na série pelo filme do Tim Burton, pode parar. Há muito mais a ser explorado. Venha conhecer!

Não vou dar spoilers, não se preocupe!

Inicialmente a série foi tratada como uma trilogia, mas o autor mudou de ideia. Pelo que foi anunciado, a série estará completa no sexto livro. Por isso, você precisa correr se quiser terminar junto com todos os fãs da história. O último livro deve sair em 2021.

Leia Também: Robin Hood – Literatura Francesa

É preciso dizer que, em alguns momentos, a nova parte da série parece se distanciar da primeira. Para mim, o autor – Ransom Riggs – perdeu o contato e o controle sobre alguns personagens, especialmente a Claire e a Emma.

Entretanto, não quero que pareça que eu deixei de gostar da Srta. Peregrine e de suas crianças peculiares. Inclusive eu recomendo para quem é fã de aventura e fantasia. No texto de hoje, falarei mais especificamente do “A convenção das aves”, mas não era possível falar dele sem me referir aos outros livros das crianças peculiares.

Enredo

Em A Convenção das Aves, a jornada de Jacob pelo perigoso e surpreendente mundo peculiar dos Estados Unidos se transforma numa corrida contra o tempo. Ao lado dos amigos, ele se envolve em uma misteriosa missão: precisa salvar a jovem Noor Pradesh e levá-la até uma mulher poderosa e enigmática conhecida apenas como V.

Noor parece ser a chave de uma profecia antiga que prevê um apocalipse que destruirá tudo e todos. Em seu leito de morte, H. confessa a Jacob que ela será “uma dos sete que emanciparão os peculiares”.

Mas quem são os sete? E do que — ou de quem — eles serão emancipados? Os questionamentos são muitos, porém a mensagem é clara: Salve Noor, salve os peculiares.

Mais do que nunca, eles precisarão se unir, embrenhando-se por mundos desconhecidos enquanto tentam decifrar a profecia e descobrir os planos malignos dos etéreos. Enquanto isso, a srta. Peregrine e as outras ymbrynes se veem em meio a negociações de paz com os clãs norte-americanos, buscando a todo custo evitar que uma guerra seja deflagrada e que o mundo peculiar sofra as consequências irreversíveis desse conflito.

Eles só não contavam que um de seus maiores inimigos talvez esteja se preparando para um retorno triunfal. E aterrorizante.

*Sinopse da editora Intrínseca

A convenção das aves

Como eu já adiantei eu acho que alguns personagens perderam características importantes em A convenção das aves. Mas eu curti a leitura do livro.

Eu gosto muito do estilo de escrita do Riggs. Ele tem uma escrita ágil e, além disso, há o esquema de fotos que deixa a obra dinâmica e divertida. É bem incomum ler um livro de literatura que possui tantas fotos.

Também é um atrativo a mais para os fãs de fotografia, pois você não precisa ficar preso apenas ao que é fornecido pela história. As imagens podem fazer sua mente voar longe!

Neste livro nós também somos apresentados a aspectos mais maduros das personagens. Entretanto, eles não estão lidando muito com o presente. Por isso, parece que eles não tem intenções de buscar uma vida fora do mundo peculiar.

O livro também termina com um gancho para a próxima obra. Parece que vai ser um livro tenso e cheio de disputas. Será que nós vamos perder algum personagem?

Se interessou?

Submarino

Saraiva

Amazon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *