Robin Hood

Robin Hood – Literatura Francesa

Robin Hood é uma história clássica. Todo mundo conhece esse nome e sabe que se trata de alguém que rouba dos ricos e entrega aos pobres. Mas, se você ainda não leu o livro, deveria.

Melhor dizendo, se você gosta de histórias de aventura, deveria ler Robin Hood. A edição que eu li e da qual falarei é a lançada pela Editora Zahar, na coleção Clássicos Zahar. Digo isso, pelo fato de que essa edição foi escrita pelo autor Alexandre Dumas.

Além disso, é uma edição que conta com duas obras: “O príncipe dos ladrões” e “Hobin Hood, o proscrito”.

Enredo

*Texto da contracapa de Robin Hood – editora Zahar

“Ambientado na Inglaterra nos séculos XII e XIII, em especial sob o tumultuado reinado de Ricardo Coração de Leão.

O livro traz as peripécias do fora da lei e seu bando dos alegres homens da floresta em busca de justiça, igualdade, e também de diversão.

Nas matas de Sherwood e Barnsdale, acompanhamos os embates de Robin com o xerife de Nottingham. Além disso, sua história de amor com Lady Marian e sua parceria com o leal João Pequeno e frei Tuck – tudo isso, e muito mais, na narrativa ágil e mordaz que é marca registrada do autor”.

É a primeira edição brasileira a reunir os dois volumes de Dumas. Além disso, é importante dizer que se trata de capa dura e que a edição é comentada.

Robin Hood

Robin Hood é uma história lendária. Entretanto, é muito difícil afirmar que ela é completamente lenda. Há na Inglaterra um túmulo para um homem chamado Robin de Locksley.

Além disso, há um túmulo que se diz ser de João Pequeno. A floresta é verdadeira, há um porto para Robin Hood. Entretanto, não se sabe se tudo isso está relacionado – ou não – à lenda.

A história foi escrita por outros autores além de Dumas. As histórias são diferentes, mas com um coração parecido. Afinal, todas elas se baseiam na mesma lenda, passada por gerações, por meio da tradição oral.

Por isso, ler Robin Hood é se tornar parte da tradição. Com uma visão bem romântica, digo que é se aproximar de séculos de pessoas que antes nós ouviram e leram a mesma história. Muitas vezes se inspirando no jovem Robin Hood.

Se você acha que já conhece a história só por ter visto os filmes, eu garanto que não é bem assim. Há muitos elementos diferentes. Afinal, é outro ponto de vista do mito.

Além disso, ler Dumas é sempre uma experiência agradável. Para quem gosta de emoção e de lutas, é ótimo. O autor é capaz de criar uma atmosfera nas cenas de combate que é quase cinematográfica.

E não podemos nos esquecer das cenas de romance. Por isso, posso dizer que há aventura, luta, amor, religião e emoção. Ou seja, uma mistura para qualquer tipo de leitor.

Você já leu?

Quer ler Robin Hood?

Livrarias de Curitiba

Amazon

Submarino

Zahar

OBS: Esse livro tem duas edições, a de bolso e a de tamanho grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *