o zoológico de varsóvia

O zoológico de Varsóvia – Literatura Segunda Guerra

O Zoológico de Varsóvia é baseado em uma história real. O livro foi construído por meio de muito estudo. No final da obra existe tanta referência bibliográfica que faz com que você sinta que o mundo inteiro deveria lê-lo. Pode até ser que esse sentimento esteja relacionado à gratidão pelo trabalho da autora. Porém, não é só isso.

Diane Ackerman estudou, pesquisou, viajou para conhecer mais. Ela reuniu diários, conversou com testemunhas e, assim, obteve um resultado que procura ser bem fiel. Entretanto, antes que alguém se sinta desanimado, quero dizer que a obra não é um relato histórico chato.

Aliás, muito pelo contrário! A autora é capaz de deixar todos os relatos e pesquisas tão fluidos que chega a parecer uma história literária. O Zoológico de Varsóvia é um relato histórico firme, com pedaços de diário, com história de pessoas reais. Intenso, emocionante e verdadeiro é uma obra necessária.

E, assim como “Corra, menino, corra” te faz pensar: “Será que eu seria capaz de atitudes tão boas? Será que eu teria toda essa coragem e abnegação?”. Eu espero que sim!

De acordo com Jan, o encarregado do zoológico – junto com sua esposa Antonina – eles não fizeram nada demais. Talvez seja a falta de noção da grandeza que torna uma pessoa grandiosa.

O zoológico de Varsóvia

Jan e Antonina Zabinski eram os encarregados cristãos do Jardim Zoológico de Varsóvia quando, no início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu a Polônia.  Os bombardeios que destruíram a cidade mataram boa parte dos animais. O casal passou, então, a esconder judeus nas celas vazias, aproveitando a obsessão dos nazistas por animais raros e com isso salvou mais de trezentas pessoas condenadas. Sua história, no entanto, desapareceu por entre as frestas da “grande” História, como às vezes acontece com os atos de compaixão radical e extrema coragem. Este livro de Diane Ackerman é o testemunho poderoso dessa coragem, uma história que celebra, com rara sensibilidade, a beleza, o mistério e a tenacidade do espírito humano e da própria vida.

Espero que vocês gostem do post. Lembrem-se que qualquer coisa pode ser enviada para o email [email protected]

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *